Quanto Dinheiro Levar para um Cruzeiro?

Quanto dinheiro levar para um cruzeiro?

Eis uma dúvida muito comum especialmente para os de primeira viagem. Quanto de dinheiro levar para um cruzeiro? Se gasta muito dinheiro em um navio?

Geralmente não, a não ser que você queira comprar lembranças ou serviços dentro do navio…

Já que a maioria já está incluso, desde a pensão completa com todas as refeições, atrações e em alguns casos as bebidas.

Se você quiser, em cruzeiros onde as bebidas não estão inclusas, você consegue comprar antes da viagem vouchers que valem bebidas, alcoólicas ou não alcoólicas.

São diversas opções para facilitar ainda mais sua vida a bordo.

É preciso também verificar quais atrações dentro do navio são pagas a parte, como alguns restaurantes, spa e excursões.

E mesmo assim não é dinheiro que você usa dentro do navio, e sim o seu cartão de embarque.

Então, na verdade, a questão não é “quanto de dinheiro levar para um cruzeiro” em si. A sua dúvida tem que ser quanto se preparar para gastar… porque tudo vai para seu cartão de crédito.

quanto dinheiro levar para um cruzeiro

Cartão de embarque

Tudo dentro do navio é feito através do seu cartão de embarque: compras, acesso às cabines, apostas nos cassinos, cadastrar os filhos nos clubes infantis, além do embarque e desembarque.

Então as compras são todas feitas através deste cartão, nada através do dinheiro.

A única forma que você usa dinheiro é na hora de dar uma gorjeta para o camareiro (se as taxas já estiverem inclusas, não é necessário deixar gorjetas) ou se você ganhar algum prêmio nos cassinos.

Logo quando você entra no navio, você recebe a informação para comparecer na central de informações ou em alguns pontos de auto atendimento onde você consegue cadastrar o seu cartão de crédito no seu cartão de bordo, assim tudo que é comprado dentro do navio já é creditado no seu cartão.

Outra opção é você usar o seu cartão de embarque para as compras e, no final da sua viagem, comparecer nestas centrais e acertar a conta.

Particularmente, acredito ser uma opção mais prática e segura.

Como Funcionam as Compras dentro do Navio?

Dentro do navio as opções de compra são enormes, com lojas de bolsas, perfumes, doces, produtos eletrônicos e muito mais.

Algumas destas lojas são Duty Free, onde produtos são vendidos com isenção ou redução de impostos, mas é bom ter precaução.

Geralmente os valores dentro do navio são salgados e eles possuem também a sua própria cotação de câmbio, que não segue a oficial do país.

Os produtos são tentadores, principalmente nas lojas de guloseimas, chocolates e bebidas, que possuem diversas marcas que não encontramos no Brasil.

Fotografias também são muito oferecidas a bordo. É normal você ser parado nos lounges e na entrada para ser fotografado pela equipe oficial do navio.

Geralmente os navios possuem uma área onde as fotos são expostas, em diversos tamanhos, para compra. Os valores variam entre 5 e 15 dólares para as fotos mais simples.

restaurante do pullmantur monarch

Quanto Levar de Dinheiro em Passeios Fora do Navio?

Aqui também vai depender do destino que você está visitando.

Caso você esteja no Brasil, é super simples, basta optar por cartão de crédito, débito ou mesmo no dinheiro.

Agora se a sua viagem for internacional, alguns cuidados devem ser tomados.

Principalmente se você for viajar para países da América do Sul onde o Real é mais valorizado do que a moeda local, como é o caso de Argentina e Uruguai.

Vale dizer que nesses países tanto o real como dólar são aceitos nos restaurantes, mercados, shoppings e lojas, porém, cada loja possui a sua própria margem de câmbio que claro, é mais alta do que você comprar pesos argentinos ou pesos uruguaios em um câmbio no Brasil, por exemplo.

Por segurança, o cartão de crédito é sempre o mais indicado para pequenas compras.

Mas se você tiver a oportunidade de comprar pesos no Brasil, é muito mais rentável do que comprar no navio ou nos próprios países de origem.

O mesmo vale para o dólar nesses países, eles ganham mais e você acaba gastando mais também do que devia.

Se você estiver em países onde a moeda é o dólar ou euro, é sempre bom fazer o comparativo do valor da moeda em questão e das taxas de IOF do cartão de crédito, para saber qual é a forma mais vantajosa.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *